Monitorização e conservação de tartarugas marinhas em Varela

No noroeste da parte continental da Guiné-Bissau, na região de Varela, Cacheu, existem praias de desova, utilizadas principalmente por tartarugas-verdes, mas também pela tartaruga-de-escama, criticamente ameaçada. Cerca de 25 km de praias arenosas estendem-se desde a foz do rio Cacheu até à fronteira Senegalesa. Várias destas praias estão em ilhas de barreira. A região é povoada pelo grupo étnico Felupe / Jola. Tradicionalmente esta etnia não consome tartarugas, mas mudanças comportamentais recentes estão a descontinuar essa tradição, exigindo uma intervenção urgente.

Objectivosdo projeto:
1. Protecção de todas as tartarugas marinhas e dos seus ovos
2. Monitorização das actividades de nidificação de tartarugas marinhas para entender a importância destes locais

Este projecto envolveu pesquisas diárias de praia e patrulhas nocturnas durante a época de nidificação (Agosto a Novembro) e várias sessões de sensibilização e reuniões nas sete tabancas da subsecção de Varela.

Duração do projeto: 2018 - 2019

Varela.jpg

Financiamento:

RF.jpg
logo ibap transp.png

Outros parceiros:

ISPA_white_colour.jpg
logo Mare - Copy.png

Associação de Tartarugas Marinhas de Varela